Portugal reabre a brasileiros: única exigência é teste negativo

Portugal reabriu a fronteira para viajantes brasileiros a lazer. A apresentação de um teste negativo (PCR ou antígeno) para covid-19 é a única exigência para a entrada no país europeu, de maneira que não é obrigatório estar vacinado. Também não é necessário cumprir quarentena na chegada. O governo português oficializou a medida ontem (31 de agosto) em despacho que já vale a partir de hoje, 1º de setembro.

 

Para obter mais informações como regras de embarque, consulte um de nossos agentes
📞 5511 3384-2800
✉️ contato@lcauniglobe.com.br

 

Fonte: www.panrotas.com.br

Espanha reabre as fronteiras para brasileiros vacinados

A Espanha flexibilizou as condições de entrada no país, sem a necessidade de quarentena e com uma lista ampliada de viajantes admitidos.

Viajantes procedentes do Brasil, com a vacinação completa 14 dias antes da viagem podem entrar na Espanha apresentando o certificado de vacinação.

E a excelente notícia, é que o país europeu aceita todos os imunizantes aplicados nos brasileiros 💉

Para obter mais informações como regras de embarque e onde emitir o certificado de vacinação, consulte um de nossos agentes
📞 5511 3384-2800
✉️ contato@lcauniglobe.com.br

Alemanha reabre para brasileiros vacinados

A Alemanha estará aberta para brasileiros completamente vacinados a partir deste domingo, 22 de agosto. Segundo informações do Robert Koch Institut, o Brasil não é mais considerado uma área de variantes do coronavírus e passou a ser uma área de alto risco, o que permite a entrada de viajantes do País imunizados com as doses aprovadas por lá.

De acordo com o site da Representação da República Federal da Alemanha no Brasil, a partir do dia 22, as pessoas com vacinação completa contra o coronavírus SARS-CoV-2 e que foram imunizadas com uma das vacinas listadas no site do Paul-Ehrlich-Instituts (PEI), em princípio, poderão novamente viajar do Brasil para a Alemanha para fins de visitas e Turismo. Uma ampliação abrangendo outras vacinas com um padrão de proteção comparável (como a CoronaVac, que ainda não foi listada) está prevista assim que os testes necessários forem concluídos.

Caso já tenham se passado no mínimo 14 dias da data da última dose da vacina ou da dose única, esses viajantes deverão realizar o registro digital de entrada e apresentar o comprovante de vacinação. O documento poderá ser exigido pela Polícia Federal alemã ou pela autoridade competente no momento do controle de fronteira. Passageiros que viajarem de avião devem apresentar os comprovantes à companhia aérea antes do início da viagem.

A diretora de Vendas da Lufthansa para o Brasil, Annette Taeuber, que está neste momento na Alemanha, recebeu algumas informações e está aguardando detalhes sobre a medida. “Existe esta informação, porém ainda há detalhes a verificar, já pedi mais explicações. Além disso, tanto na Suíça quanto na Alemanha o comércio, hotéis e restaurantes estão funcionando a pleno vapor”, contou ao Portal PANROTAS.

VACINAS
São considerados totalmente vacinados passageiros que tenham sido imunizados há no mínimo 14 dias com as duas doses (ou dose única, se for o caso) das vacinas aceitas pelo Paul-Ehrlich-Institut, a saber:

– BioNTech/Pfizer
– Moderna
– AstraZeneca
– Janssen/Johnson & Johnson

Tais passageiros deverão apresentar o comprovante de vacinação (impresso ou digital) no momento do check-in nos idiomas Inglês, Alemão, Espanhol, Italiano ou Francês. Certificados em Português não serão aceitos, contudo é possível gerar uma versão em Inglês do certificado nos aplicativos ConecteSUS ou Poupatempo Digital (SP).

No certificado devem constar:

– Nome, sobrenome e data de nascimento do passageiro
– Data da vacinação e número de doses aplicadas
– Nome da vacina aplicada
– Nome da doença-alvo da vacina
– Indicadores da pessoa ou instituição responsável pela realização da vacinação ou pela emissão do certificado, por exemplo, o logotipo ou nome da instituição

Além disso, os passageiros deverão preencher o formulário digital DEA – Digital Electronic Form.

Passageiros recuperados da COVID-19 e que já tenham recebido uma dose do imunizante também são considerados “totalmente vacinados”. Nestes casos, além do certificado de vacinação com uma dose aplicada, é necessário apresentar resultado de teste positivo para a COVID-19, impresso ou digital, dos tipos PCR, LAMP ou TMA emitido entre 28 dias e 6 meses antes da data de ingresso na Alemanha.

Passageiros que ainda não completaram 12 anos de idade e que ainda não foram vacinados estão autorizados a entrar na Alemanha desde que acompanhados por pelo menos um de seus pais que já esteja totalmente vacinado.

Demais passageiros continuam com restrições de entrada na Alemanha, com exceções previstas em lei.

CONEXÃO
Desde o começo do mês passageiros provenientes do Brasil podem realizar trânsito na Alemanha em direção aos seu destino final. A grande novidade é que, com a mudança de categoria do Brasil anunciada hoje, passageiros provenientes do Brasil voltam a ter permissão para realizar trânsito na Alemanha com destino final na China Continental a partir de 22 de agosto.

 

Fonte: www.panrotas.com.br

Azul e Emirates anunciam acordo de codeshare

A Azul Linhas Aéreas e a Emirates anunciaram o início de um acordo de compartilhamento de voo (codeshare), com início das vendas nesta quarta (18) para voos a partir do dia 25 de agosto.

Neste primeiro momento, oito rotas estarão disponíveis por meio do codeshare, conectando os clientes que chegam e decolam de Guarulhos, em São Paulo, com Cuiabá (MT), Santos Dumont (RJ), Belo Horizonte (MG), Curitiba (PR), Porto Alegre (RS), Recife (PE), Juazeiro do Norte (CE) e Belém (PA).

Além do acesso à conectividade de malha, o viajante que utilizar o codeshare entre as duas companhias terá a facilidade de realizar um único check-in e de despachar sua bagagem na origem até o destino final.

“Estamos muito felizes em anunciar este acordo com a Emirates, que proporcionará excelentes benefícios e comodidades para nossos clientes, além de um acesso a uma ampla malha nacional e internacional. Temos uma grande sinergia com os negócios da Emirates que, assim como a Azul, carregam a excelência em atendimento ao cliente no DNA. Sem dúvidas esses detalhes consolidam ainda mais nosso acordo e contribuem para o fortalecimento de nossos parceiros internacionais”, celebra Abhi Shah, vice-presidente de Receitas da Azul.

Adnan Kazim, diretor comercial da Emirates, ressalta: “A Emirates tem o prazer de iniciar esta parceria com a Azul para oferecer aos nossos clientes um aprimorada e conveniente conectividade entre oito cidades no Brasil de/para Dubai e toda a nossa malha global a partir de São Paulo. O Brasil é um importante mercado para a Emirates e o codeshare com a Azul ressalta nosso compromisso em fortalecer nossa presença no país e ampliar as opções para nossos Clientes. Com um único bilhete, nossos clientes poderão acessar uma experiência perfeita por meio do check-in, despacho de bagagem e embarque em cada etapa de sua jornada. Nós estamos ansiosos para trabalhar com a Azul e fortalecer nossa parceria nos dias que virão”.

 

Fonte: www.panrotas.com.br

Novo requisito de quarentena obrigatória para entrada no Brasil

A ANVISA, determinou que todos os passageiros, cuja entrada é permitida no Brasil, que saíram ou estiveram no Reino Unido, Irlanda do Norte, África do Sul e Índia, nos últimos 14 dias, deverão cumprir quarentena obrigatória de 14 dias, a partir da data de chegada ao Brasil, no mesmo local de entrada.

Portando, esses passageiros não poderão voar para destinos domésticos dentro do país até completarem os 14 dias.

O custo gerado pela quarentena é de responsabilidade dos passageiros.

Para receber este e demais informativos relevantes, opte pelo serviços de uma agência de viagens corporativas.

 

Emirates volta com voo diário do Brasil a partir de outubro

Depois do anúncio de um codeshare com a Azul Linhas Aéreas, começando hoje (18), a Emirates divulgou seus planos de retomada de frequências entre o Brasil e Dubai.

A partir de 12 de setembro, as frequências aumentarão de cinco para seis voos semanais, ligando São Paulo a Dubai. E em 5 de outubro os voos entre as duas cidades voltam a ser diários.

Para receber essas notícias em primeira mão, opte pelos serviços de uma agência de viagens corporativas

 

Fonte: Panrotas

Justiça derruba decisão que exigia vacinação completa ou teste negativo contra COVID-19 para desembarcar no Ceará

A Justiça Federal derrubou a decisão que determinava que viajantes com destino ao Ceará comprovassem, antes do embarque aéreo, estarem vacinados completamente contra a Covid-19 ou que apresentassem a realização de teste para detecção do coronavírus. O desembargador Edilson Pereira Nobre Junior, do Tribunal Regional Federal da 5ª Região, no Recife, suspendeu a decisão na última sexta-feira (13).

Com a decisão, os passageiros não serão obrigados a testar negativo ou comprovar que estão vacinados para desembarcar de avião no Estado.

Segundo alega o desembargador, “a medida de testagem obrigatória ou apresentação de comprovante de imunização completa para embarque em voos nacionais dirigidos ao Estado seria ineficaz, pois, além de inviável materialmente, não impediria que pessoas contaminadas embarcassem”.

A Justiça também reforçou que a Anvisa já orienta sobre as medidas a serem adotadas nos aeroportos e aeronaves no cenário atual em função da COVID-19, em especial no que se refere ao uso de máscaras e medidas de distanciamento.

 

Fonte: passageirodeprimeira.com

Ceará exige prova de vacinação ou teste negativo a passageiros

Viajantes brasileiros ou estrangeiros só poderão embarcar rumo ao Ceará se antes do voo comprovarem que estão vacinados completamente contra a covid-19 (com duas doses ou dose única) ou apresentando exames com resultado negativo para coronavírus feitos em até 72 horas antes do voo. A medida é uma determinação da Justiça federal e atende a um pedido do governador Camilo Santana (PT). De acordo com a Secretaria de Turismo do Estado, a medida começa a vigorar até domingo.

A medida sanitária consta em uma decisão judicial expedida pelo Luís Praxedes Vieira da Silva, da 1ª Vara da Justiça Federal do Ceará, atendendo a um pedido do governo cearense. A ideia da gestão estadual é evitar a disseminação da variante delta da covid-19, que já teve alguns casos confirmados no Estado.

Em linhas gerais, com a decisão, só podem desembarcar no Ceará passageiros com comprovante de vacinação atestando o esquema vacinal completo ou passageiros com resultado negativo de exame de antígeno ou RT-PCR realizado em até 72 horas antes do horário do voo.

Em nota publicada na página oficial do governo cearense, o governador ressalta que esta é uma medida oportuna para o momento. “Queremos muito que venham ao Ceará, mas queremos que as pessoas, por precaução, apresentem teste negativo ou vacinação completa antes de chegar aqui exatamente para evitar a propagação do vírus no nosso Estado”, disse Santana. Para ele, “essa é uma medida que o País tinha de ter tomado, uma decisão ao nível nacional, mas como não há essa decisão, para que os voos que cheguem ao Ceará, as pessoas lá na origem devem comprovar que tenham testado negativo para Covid ou que tenham tomado as duas doses.”

Dados da Secretaria de Saúde do Estado (Sesa) demonstram que já foram confirmados 15 casos da variante delta, todos de passageiros vindos de outros estados por via aérea.

Fonte: www.panrotas.com.br

Portugal e Brasil iniciam discussão para diminuir restrições às viagens

Portugal e Brasil discutem a possibilidade de aliviar as restrições às viagens entre os dois países devido à pandemia de covid-19, anunciou hoje (4) o ministro dos Negócios Estrangeiros português.

“Iniciamos um trabalho conjunto com as autoridades brasileiras para ver em que condições e quando poderemos reduzir algumas restrições que hoje vigoram sobre passageiros que chegam a Portugal provenientes do Brasil”, disse Augusto Santos Silva. O chefe da diplomacia portuguesa falou em entrevista coletiva, juntamente com o chanceler espanhol, José Manuel Albares, que se deslocou a Lisboa para uma reunião de trabalho.

Atualmente, os passageiros provenientes do Brasil só podem viajar para Portugal por razões familiares, profissionais, de estudo ou humanitárias, têm de apresentar teste negativo à covid-19 e cumprir um período de quarentena.

Augusto Santos Silva disse que Portugal pode “avaliar as restrições que estão hoje em curso” à medida que a situação da pandemia evoluir positivamente em cada um dos países.

“Foi esse trabalho que começou no dia 30 de julho, entre Portugal e o Brasil, e que continuará depois de férias”, afirmou o ministro, ao ser questionado sobre a diferença de critérios entre Portugal e Espanha quanto ao reconhecimento da certificação de vacinas contra a covid-19.

Portugal só reconhece a vacinação feita com imunizantes aprovados pela Agência Europeia do Medicamento, enquanto a Espanha segue o critério da Organização Mundial da Saúde, que inclui vacinas chinesas, como a CoronaVac e indianas.

Fonte: www.panrotas.com.br

França abre fronteiras para turistas brasileiros vacinados

A França atualizou neste sábado (17) as regras para estrangeiros que viajam ao país e para franceses que viajam aos exterior. A grande novidade fica por conta da abertura para turistas totalmente vacinados, independentemente do país do origem. Com isso, turistas brasileiros que já tomaram duas doses da vacina contra a Covid-19 ou imunizados com vacinas de dose única poderão entrar no país para turismo, não somente em casos essenciais, como era até então.

De acordo com comunicado do Ministério do Interior da França, os turistas vacinados também estão dispensados de apresentar testes PCR no embarque e na chegada ao país, além de não ser necessária quarentena. Serão aceitas apenas as vacinas aprovadas pela Agência Europeia de Medicamentos (EMA), o que inclui as vacinas da Pfizer, Moderna, AstraZeneca e Janssen. A vacina da Sinovac (no Brasil chamada de Coronavac) ainda não é aceita pela EMA, apesar de já estar em fase final de análise.

Para brasileiros não vacinados, a entrada no país está restrita a viagens essenciais. Nestes casos ainda é necessário apresentar um teste PCR ou antígeno no embarque, realizar outro teste na chegada à França, além de ser submetido a uma quarentena de dez dias, monitorada pelas autoridades.

A França iniciou a abertura para turistas vacinados no início de junho. No entanto, países da lista vermelha ficaram de fora da medida, mantendo-se a necessidade de apresentar uma justificativa para a viagem. O Brasil integra a lista vermelha ao lado de outros 27 países de América do Sul, Ásia e África apontados como locais com circulação ativa do vírus com a presença de variantes preocupantes. Nesta última atualização passaram a integrar a lista Cuba, Indonésia Maçambique e Tunísia.

A França ainda conta com as classificações laranja, para países com circulação do vírus controlada e sem a disseminação de variantes, e a verde, para territórios com baixa circulação do vírus e sem variantes preocupados. Esta última lista, considerada a menos restrita, engloba os outros países do Espaço de Schengen, além de Estados Unidos, Canadá e Austrália.

REFORÇO DAS RESTRIÇÕES PARA PAÍSES DA LISTA VERDE

Além da abertura para turistas vacinados, a atualização do governo francês também impôs novas regras para turistas não vacinados oriundos de países das listas verde, como necessidade de teste PCR ou antígeno negativo realizado em até 72 horas antes do embarque. Para a lista laranja o teste deve ser realizado entre 72 e 48 horas.

 

Fonte: www.mercadoeeventos.com.br